Alijó acolhe lançamento do livro “Amália: Ditadura e Revolução”

O Município de Alijó e as Publicações Dom Quixote vão apresentar o livro “Amália: Ditadura e Revolução”, da autoria de Miguel Carvalho, no dia 3 de outubro, às 17 horas, na Biblioteca Municipal de Alijó.

A sessão de lançamento do livro tem entrada gratuita, mas os lugares são limitados. Devido à pandemia de Covid-19, os lugares devem ser reservados na Biblioteca Municipal ou através do 961836172, até ao início da tarde de 3 de outubro.

“Amália: Ditadura e Revolução – A história secreta” é uma investigação jornalística que atravessa dois regimes, vários continentes e reúne perto de uma centena de entrevistas e depoimentos exclusivos, gravações inéditas da fadista e de personalidades que conviveram com ela, milhares de páginas de documentos nunca revelados, além de cartas e fotografias desconhecidas da cantora.

A obra conta a história secreta da vida de Amália Rodrigues. Relata a forma como a “Rainha do Fado” se relacionou com a ditadura, financiou a resistência a Salazar e sobreviveu às acusações do pós-revolução. Chamaram-lhe a “cantora do regime”, foi acusada de servir a ditadura e colaborar com a polícia política. Foi perseguida e ostracizada após o 25 de abril de 1974, reconquistando depois a unanimidade enquanto a voz de Portugal no Mundo.

O autor Miguel Carvalho nasceu no Porto, em 1970. É Grande Repórter da revista Visão. Venceu o Prémio Orlando Gonçalves (Jornalismo), em 2008, e o Grande Prémio Gazeta, do Clube dos Jornalistas, em 2009. É autor de vários livros, entre os quais “Quando Portugal Ardeu” e “A Última Criada de Salazar”.

,