Alijó em festa com Alifeira e Sons no Parque

A vila de Alijó viveu, entre os dias 13 e 15 de julho, um fim de semana intenso de festa com dois grandes eventos, a Alifeira e o festival Sons no Parque, iniciativas que levaram até à vila duriense milhares de pessoas.

Ao longo dos três dias foram mais de 140 os expositores presentes na Alifeira, entre produtores de vinho, azeite, enchidos, associações culturais e desportivas, foram muitos os expositores que deram vida a esta primeira edição do certame.

A animação foi também uma presença sempre notada e as provas comentadas por Luís Lopes, criador da Revista de Vinhos há 28 anos e atualmente à frente da publicação Vinho Grandes Escolhas, tiveram a participação de dezenas de curiosos e produtores.

Bruno Rocha, um dos produtores de vinho presentes no certame destacou a importância de participar neste evento, desde logo para mostrar o que de bom se produz em Alijó.

“É sempre importante participar neste tipo de eventos, ainda para mais sendo nós naturais daqui. Vendo a quantidade de pessoas que têm vindo até cá fica ainda mais evidente essa importância, até porque esta é mais uma forma de podermos promover os nossos produtos. Depois há ainda a questão de nem todos os produtores terem a capacidade em certames de maior dimensão e aqui podem mostrar o seu trabalho”.

Também positiva foi a presença para Sérgio Alves, um produtor de azeite local que destacou ainda a importância de se realizar novamente um evento com estas características em Alijó.

“Sendo daqui é importante estar presente, aliás, às vezes as empresas esquecem-se se promover os seus produtos nas zonas onde estão inseridos e este tipo de eventos ajuda a suavizar essa lacuna. Depois é também importante para apoiar esta iniciativa, já há alguns anos que não se realizava nada do género em Alijó e agora que volta a haver é importante que as pessoas participem para que tenha continuidade”.

O encerramento deste certame foi feito com o concerto extravagante dos UXU KALHUS com a Banda Filarmónica de São Mamede de Ribatua, uma experiência única que agradou a todos quantos assistiram pela diferença marcada.

Em paralelo à realização desta feira, Alijó recebeu também a segunda edição do Sons no Parque, um festival de música composto por bandas emergentes, com entrada gratuita e que, uma vez mais, se pautou pelo sucesso, sublinhado pelos milhares de pessoas que assistiram aos dois dias de concertos.

Pelo palco localizado no parque da vila passaram seis bandas. No primeiro dia a atração foi Marta Ren & The Groovelvets a quem se juntaram os espanhóis Sexy Zebras e os nacionais Iron Fist Blues Band.

No segundo dia foram os portugueses Moonshiners, oriundos de Aveiro, seguindo-se os espanhóis Aurora & The Betrayers, como cabeça de cartaz deste dia e, por fim, os franceses Datcha Mandala.

Mafalda Mendes, vereadora da cultura mostrou-se também bastante satisfeita com esta realização. “As pessoas ainda se estão a habituar à ideia da feira mas a verdade é que tem sido um sucesso. As pessoas estão muito contentes e os expositores têm afirmado que é bom voltar a ter um certame com estas características aqui em Alijó. Tenho a certeza que no futuro teremos uma adesão ainda maior”.

, ,