Arrancou a 5ª edição do FIIN

O FIIN’21 arrancou a 15 de novembro, com a inauguração das exposições do festival e com o pontapé de saída nas sessões de curtas.

Assim, até ao dia 31 de dezembro, estarão patentes as obras do Concurso Juvenil de Desenho e Fotografia, do Concurso de Desenho Científico e de Natureza, de Fotografia da Biodiversidade, assim como os trabalhos realizados em aguarela pel@s participantes no Workshop de pintura e a exposição da Associação Terra Maronesa: “Entre Serras – uma visão sobre o património natural” do fotógrafo Luís Romba, num total de mais de 130 trabalhos expostos. As sessões de curtas-metragens serão transmitidas diariamente, entre 15 e 19 de novembro, às 21 horas, no Pequeno Auditório do Teatro de Vila Real.

Nesta que é a 5ª edição do festival, bateram-se recordes no número de curtas a concurso, tendo ultrapassado as 2000 candidaturas, mais de 90% destas com proveniência internacional.

A responsável pelos Serviços do Ambiente, Mafalda Vaz de Carvalho, assinalou que nestes 5 anos já foram avaliados mais de 14 mil trabalhos e que o FIIN tem neste momento alcance mundial, recebendo participações de países como o Afeganistão ou a Índia, entre tantos outros exemplos.

O vereador Carlos Silva manifestou-se muito orgulhoso do festival e afirmou que é intenção do Município continuar a apoiar o projeto, num esforço de sensibilização da comunidade, especialmente dos mais jovens, para as questões ambientais. Destacou ainda que o FIIN assume superior relevo numa altura em que as questões ambientais e as alterações climáticas são alvo de debate aceso por parte da comunidade internacional e que é necessário educar as novas gerações para que se normalizem comportamentos amigos da natureza e do ambiente.

,