Campanha de Comunicação promove Património a Norte

Após a reabertura dos museus e monumentos, a Direção Regional de Cultura do Norte lança, na próxima segunda-feira, uma campanha de comunicação que visa a promoção do Património a Norte.

A campanha de comunicação estará ativa durante dois meses e coincide com o período de desconfinamento, bem como com a comemoração do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios (18 abril) e Dia Internacional dos Museus (18 maio), incidindo nas principais dimensões do património existentes na Região Norte: Castelos, Mosteiros, Museus, Catedrais e Igrejas.

Depois de, no ano passado, ter assistido a uma quebra superior a 70% no número de visitantes nos museus e monumentos, a Direção Regional de Cultura do Norte está empenhada em promover o Património a Norte, convidando os portugueses a celebrar o conhecimento, a salvaguarda e a valorização do património cultural, colocado à fruição de todos.

A campanha de comunicação integrada incide num conceito de proximidade com o público e estará presente em diversos meios: rede de autocarros STCP, rede Metro do Porto, rádio, jornais, redes sociais e outras plataformas digitais.

Ciente das novas tendências do mercado – nos segmentos do “turismo cultural”, “city breaks”, “turismo de saúde e bem-estar” e “turismo de natureza”, que, de acordo com a Agenda Regional de Turismo, constituem produtos turísticos prioritários para o Norte de Portugal – a Direção Regional de Cultura do Norte assume-se como parceiro fundamental para a promoção e valorização dos recursos patrimoniais no quadro de uma estratégia de afirmação da Região do Norte e de desenvolvimento sustentável.

Pretende-se, deste modo, reforçar a posição da Região Norte como um destino de excelência e autenticidade histórico-cultural de âmbito nacional e internacional, suportado pelos sítios classificados Património da Humanidade e pelo rico património histórico-cultural, material e imaterial existente.

A campanha de comunicação integrada é cofinanciada pelo Programa Operacional Norte 2020, através da conjugação de várias Operações em curso: Castelos a Norte, Rota das Catedrais a Norte e Mosteiros a Norte.