Coro da Misericórdia de Lamego participa em nova ação de formação

Fundado em outubro de 2016, o Coro da Santa Casa da Misericórdia de Lamego continua a cuidar do aspeto vocal e da técnica de canto com o objetivo de aperfeiçoar a sua performance.

O mais recente encontro formativo em que participaram os seus coralistas decorreu na cidade de Viseu, cujo programa incluiu uma ação ministrada pelo Padre Paulo Domingues, responsável diocesano da Música Litúrgica. “A música e o canto dignificam a Eucaristia e reforçam a Palavra de Deus”, sublinhou.

Durante o dia, a deslocação à Misericórdia de Viseu iniciou com uma visita guiada ao Museu desta instituição social que tem patente ao público uma exposição permanente dedicada à música sacra.

Os coralistas viveram um momento especial de introspeção, ouvindo o canto gregoriano durante alguns minutos, ao mesmo tempo que ficaram a conhecer a história daquela vertente musical erudita própria da tradição religiosa. Seguiu-se a realização de um ensaio no Coro Alto e a celebração de uma eucaristia, presidida pelo Padre Ângelo Santos, estudante de Liturgia na cidade de Roma.

Num gesto simbólico, durante o ato litúrgico, foi oferecida a cada elemento do grupo coral uma pequena lembrança de reconhecimento pela sua dedicação.

Durante o período da tarde, o Coro da Misericórdia de Lamego efetuou ainda uma visita ao Museu Tesouro da Sé, monumento com séculos de história, que constitui um repositório de arte de vários períodos. Antes da ação formativa, ainda houve tempo para apreciar o Órgão do Seminário de Viseu, construído por Luís António dos Santos.

“Quero agradecer à Santa Casa da Misericórdia de Viseu, na pessoa do Dr. Henrique Almeida, diretor do Museu da Misericórdia, o bom acolhimento e todo o apoio prestado à nossa instituição na organização desta atividade tão relevante”, afirmou o Provedor António Carreira.

Prestes a comemorar o seu quinto aniversário, a criação do Coro da Misericórdia de Lamego enquadrou-se na estratégia desta instituição de desenvolver e consolidar o seu contributo para o engrandecimento da vida cultural da cidade. A principal função é participar com um reportório eucarístico na missa dominical celebrada às 12 horas na Igreja das Chagas.

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *