Douro Filme Festival estende-se até ao Douro

A edição deste ano do festival internacional de cinema, que arranca no final de outubro, irá contar com sessões na região vinhateira, ao contrário das edições anteriores que aconteceram apenas na cidade do Porto.

Cristiano Costa Pereira, diretor artístico do festival refere a individualidade do mesmo por ser o único em Portugal, e dos poucos no Mundo, em que os filmes são rodados em Super 8 MM.

Outra característica diferenciadora deste festival é ser o “único em que os filmes a concurso são feitos no âmbito do próprio festival”, referiu a mesma fonte durante a apresentação que aconteceu no Museu do Douro na Régua.

Segundo o organizador, a grande novidade na edição deste ano do festival produzido pela OPPIA – oPorto Picture Academy, é a descentralização do mesmo. Até ao momento estão já confirmadas sessões em Santa Marta de Penaguião, Lamego, São João da Pesqueira, Vila Flor e Alfândega da Fé.

“Pedimos às câmaras também para nos indicarem um autor local que depois convidamos para realizar um filme no próprio concelho. Vamos ter um conjunto de filmes rodados em alguns concelhos do Douro”, salientou Cristiano Costa Pereira

Serão cinco realizadores do Douro e mais quatro convidados do Porto. Cada bobine terá a duração de dois minutos e meio e o realizador é livre para escolher o tema que irá retratar.

Entre outras entidades, este festival de cinema é apoiado pela CIM-Douro.