Encontros de Música de Casa de Mateus suspensos por falta de apoio

A ausência de resposta à candidatura ao programa Garantir Cultura forçou a Fundação da Casa de Mateus a suspender a realização da XXXI edição dos seus habituais Encontros de Música, que deveria realizar-se entre os próximos dias 24 e 31 de Julho.

“Procurámos por todas as vias, nos últimos meses, conseguir junto do Ministério da Cultura uma resposta que permitisse viabilizar as atividades, num contexto profundamente adverso”, refere Teresa Albuquerque da Fundação da Casa de Mateus.

Fica assim suspensa a realização das residências artísticas nas áreas de Cravo, Flauta e Canto Barroco, orientadas pelos músicos Jacques Ogg, António Carrilho e María-Cristina Kiehr, bem como de cinco dos concertos previstos para os fins de tarde na Capela.

“Em mais um ano de pandemia, procurámos, com a cumplicidade de todos, construir uma edição sustentável dos Encontros de Música, baseada num espírito de parceria, cumprindo os desígnios deste programa histórico que desenvolvemos desde 1978”, acrescenta ainda a Fundação.

Para esta edição especial, chamada Encontros Inter(Locais) de Música da Casa de Mateus, a Fundação tinha juntado esforços com a Douro Strings Academy e com o Conservatório Regional de Música de Vila Real, aprofundando a parceria com os agentes culturais locais e procurando um impacto particular junto dos públicos da cidade e da Região. “Este revés assume, assim, uma dimensão particularmente simbólica, demonstrando a ausência de visão estratégica e colocando em causa a persistência de uma oferta cultural e artística importante, numa região onde todos os investimentos nesta matéria são poucos”.

Dado que a Douro Strings Academy conseguiu ver-lhe ser atribuído o referido apoio do programa Garantir Cultura, mantém-se a realização na Casa de Mateus dos concertos previstos para os dias 29 de Julho, pelas 19h00 (Orquestra de Cordas), e 31 de Julho, pelas 11h00 (Recitais de Violino, Viola d’Arco e Violoncelo).

,