Filandorra levou “Frei Luís de Sousa” ao auditório municipal

0
Filandorra levou “Frei Luís de Sousa” ao auditório municipal

O Auditório Municipal de Mesão Frio acolheu, ao início da tarde de ontem, 14 de março, a representação dramática do clássico da Literatura Portuguesa, “Frei Luís de Sousa” de Almeida Garrett, encenada pela Companhia de Teatro Filandorra – Teatro do Nordeste.

A iniciativa cultural, que resulta de um protocolo entre a Câmara Municipal e a Companhia de Teatro, destinou-se, especialmente, à comunidade escolar do Agrupamento de Escolas Prof. António da Natividade, que assinalou, ontem, o Dia do Patrono e à população em geral, como forma de comemorar o mês do Teatro, assinalado anualmente a 7 de março.

Considerada a obra-prima do teatro romântico português, “Frei Luís de Sousa” é um drama em três atos, cujo tema principal é a liberdade de amar, mesmo contra as convenções sociais da época. A encenação desta reinterpretação, que dá enfoque ao Humanismo, é de David Carvalho e marca o regresso da Companhia aos clássicos da dramaturgia portuguesa, em digressão por toda a região, a partir da realização de Ciclos de Teatro para Escolas.

O Auditório Municipal contou com lotação esgotada, com uma plateia que reuniu, sobretudo, estudantes de Mesão Frio, uma vez que a obra integra o Plano Nacional de Leitura, complementando, deste modo, as aprendizagens adquiridas pelos alunos em contexto de sala de aula.

Através do protocolo cultural da Câmara Municipal de Mesão Frio, com a Companhia de Teatro Filandorra, serão realizadas mais 10 peças de teatro, ao longo do presente ano, em datas a anunciar, visando a igualdade de oportunidades no acesso à cultura.