FLID regressa ao Espaço Miguel Torga de 2 a 4 de maio

A edição de 2019 do Festival Literário Douro – FLiD decorre nos dias 2,3 e 4 de maio no Espaço Miguel Torga e irá contar com um leque de escritores convidados de referência nacional e internacional.

O FLiD, organizado pelo Espaço Miguel Torga, com programação de Francisco Guedes, e que se assume como o maior e mais importante festival literário da região, conta com a presença confirmada de vários escritores, assumindo também um caráter internacional com a abordagem do tema da literatura de viagem, com a presença do escritor Pablo Azócar, do Chile, um dos países tocados pela 1.ª viagem de circum-navegação, protagonizada pelo navegador Fernão de Magalhães, contribuindo desta forma para o programa municipal das comemorações do V Centenário da Volta ao Mundo. Alice Brito, Álvaro Laborinho Lúcio, António Ferreira, Amélia Muge, Clara Rocha, Cristina Carvalho, Dulce Garcia, Fernando Freire de Sousa, Filipe Homem Fonseca, Filipa Melo, Graça Morais, Hugo Mezena, Inês Fonseca Santos, Jaime Rocha, João Morales, João Rios, José Riço Direitinho, Luís Caetano, Manuel Valente, Maria Manuel Viana e Sandro William Junqueira, constituem o leque de escritores do FLiD deste ano, e que proporcionarão três dias repletos de literatura.

A sessão de abertura está agendada para o dia 2, pelas 18h30, no Espaço Miguel Torga, com a presença do Presidente do município de Sabrosa, Domingos Carvas, e do Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Norte, Fernando Freire de Sousa.

O programa contemplará ainda, para além das várias mesas de debate, subordinadas a vários temas relacionados com a literatura e a escrita, a inauguração da exposição “Terra Mãe”, de Graça Morais, a palestra “A Criação do Mundo”, por Clara Rocha, e ainda o concerto “Novas Canções da Montanha – concerto para uma nova viagem ao Reino Maravilhoso”, que encerrará o festival no dia 4, pelas 19h00.

Para a edição deste ano está previsto um reforço do envolvimento e da participação do público escolar, através do projeto do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar de Sabrosa, Reeducar+, procurando-se uma maior participação da comunidade escolar no programa do festival.

O Festival Literário Douro é organizado pelo Espaço Miguel Torga/Município de Sabrosa e terá entrada livre.

Programa completo:

Dia 2 Quinta-feira | Espaço Miguel Torga

18,30h – Sessão de abertura:

Domingos Carvas – Presidente da Câmara Municipal de Sabrosa

Fernando Freire de Sousa – Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Norte

21,30h

Inauguração da exposição Terra Mãe, de Graça Morais

Palestra:

A Criação do Mundo, por Clara Rocha

Dia 3 Sexta-feira | Auditório Municipal de Sabrosa

10,30h

João Rios e Jaime Rocha falam com alunos e professores do Agrupamento de Escolas Miguel Torga.

18,00h – 1.ª mesa

A Poesia já não se impõe, expõe-se (Paul Celan)

Amélia Muge

Inês Fonseca Santos

Jaime Rocha

João Rios

Moderador:

António Ferreira

21,30h – 2.ª mesa

A Lenta Volúpia de Escrever

Cristina Carvalho

Dulce Garcia

Filipa Melo

Sandro William Junqueira

Moderador:

João Morales

Dia 4 sábado | Espaço Miguel Torga

11,00h

Teatro e Literatura

Conversa entre Álvaro Laborinho Lúcio e Jaime Rocha.

15,00h – 3.ª mesa

Escrever Rasga a Realidade

Hugo Mezena

Filipe Homem Fonseca

Filipe Homem Fonseca

José Riço Direitinho

Maria Manuel Viana

Moderador:

Manuel Valente

17,00h – 4.ª mesa

Em Viagem Descobri a Literatura no Mapa

Alice Brito

Álvaro Laborinho Lúcio

Pablo Azócar

Raquel Ochoa

Moderador:

Luís Caetano

19,00h – Encerramento com Concerto:

– Novas Canções da Montanha – concerto para uma nova viagem ao Reino Maravilhoso.

Sinopse:

 “Novos Contos da Montanha” é um dos mais emblemáticos livros de Miguel Torga. Do título, publicado em 1944, surge a inspiração para o nome do ciclo de música que se iniciou em 2016 a partir de um convite no Espaço Miguel Torga. As “Novas Canções da Montanha” tem apresentado artistas de referência da música portuguesa, que têm no poder da palavra uma das virtudes da sua música.

,