Inspira leva Jazz ao Côa

Sónia Pinto e o seu quarteto de Jazz apresentam este sábado, 30 de outubro, no Museu do Côa, o primeiro álbum “Why Try To Change Me Now”, editado com o selo da editora alemã ‘Mons Records’ em 2019.

Será mais uma viagem oferecida pelo Inspira – Douro, Cultura & Património, repleta de emoções à boleia de uma voz sempre quente, cheia de volume e profundidade. Sónia canta à sua maneira com poemas que escreve, com músicas que reinventa, com o futuro que começou lá atrás, na Escola de Jazz do Porto.

Irão ouvir-se temas como “Cry me a river” de Cy Coleman que, neste álbum, recebe um tratamento de blues, “Fly Me to the Moon”, um clássico de Bart Howard, rearmonizado pelo quarteto, uma versão acelerada de “Peel Me A Grape” de Dave Frishberg e ainda uma leitura diferente do hit de Christopher Cross dos anos 80, “Sailing”.

No alinhamento estará ainda o tema que dá nome ao álbum e “The Saga Of Harrison Crabfeathers”, de Steve Kuhn, que recebe uma nova letra escrita por Sónia Pinto.

Esta é uma das muitas iniciativas inseridas no “Inspira – Douro, Cultura e Património”, um projeto para promover o território duriense com um conjunto alargado de ações de animação cultural.

As ações começaram em julho e prolongam-se até dezembro, num total de 70 espetáculos, por 10 municípios da região e distribuídos por 16 locais. Estão, também, a ser produzidos videoclipes em sete miradouros para servirem de cartão de visita.

,