Lar da Misericórdia celebra São Martinho com castanhas “quentes e boas”

A Santa Casa da Misericórdia de Lamego procura ao longo do ano reavivar um importante conjunto de tradições e memórias que promovam, ao mesmo tempo, o salutar convívio entre gerações.

Este ano, devido ao difícil contexto da atual pandemia, não foi possível realizar um grande magusto intergeracional que reunisse os utentes de várias valências.

O Lar de Idosos de Arneirós não quis, no entanto, deixar de celebrar o tradicional Dia de São Martinho e preparou por isso uma calorosa confraternização com castanhas assadas. Um momento de grande alegria que deixou muito satisfeitos as mulheres e os homens que vivem diariamente nesta resposta social.

Os técnicos da instituição promoveram ainda, junto da comunidade sénior, uma atividade de desenvolvimento da motricidade fina e de estímulo da criatividade. Enquanto partilhavam memórias alusivas à época, os idosos colaboraram na produção de cartuchos de papel, enfeitados com símbolos do Dia de São Martinho. Colocadas as castanhas “quentes e boas” nos cartuchos, deu-se início ao magusto e ao lanche.

A Santa Casa da Misericórdia de Lamego trabalha todos os dias para dar continuidade a um trabalho multissecular que alcança patamares de excelência na prestação de cuidados aos utentes.  Teve sempre a capacidade de se adaptar aos desafios do devir, honrando a prática das “14 Obras de Misericórdia”.

, ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *