Outubro dedicado à música em Mateus

Num mês especialmente dedicado à música e ao seu cruzamento com as palavras, a Fundação da Casa de Mateus acolhe ainda, até ao final de Outubro, dois concertos e um documentário sonoro.

Já no dia 14, quinta-feira, às 19h00, o ator Rui Spranger revisita, em Cabral, três autores fundamentais da paisagem literária duriense com um apelido em comum: as palavras de A.M. Pires Cabral, Rui Pires Cabral e António Cabral dão corpo a um recital que conta ainda com a música de Blandino e Rui David e o vídeo de Hugo Valter Moutinho. É o regresso do programa Palavras Cruzadas, iniciativa do Teatro de Vila Real, Teatro Municipal de Bragança, Espaço Miguel Torga e Fundação da Casa de Mateus.

Dois dias depois, no sábado, dia 16, às 18h00, será a vez do duo KITHAR 12.6, composto por Pedro Rodrigues e Miguel Amaral nos devolver a música de Johann Sebastian Bach através das vozes da guitarra clássica e da guitarra portuguesa. O concerto integra-se no ciclo Inspira-Douro, Cultura & Património, promovido pela Fundação Museu do Douro, a Fundação Côa Parque e o Município de São João da Pesqueira.

No dia 24, domingo, também às 18h00, Sofia Saldanha apresenta-nos o seu documentário sonoro Vou e Venho, memórias de Miguel Torga. Tomando como matéria as memórias de amigos ou conhecidos do poeta, ou meramente daqueles que, em São Martinho de Anta ou na diáspora, dele ouviram falar, Sofia Saldanha, propõe-nos, na penumbra, o simples e rico gesto de escuta dos sons que emanam da paisagem torguiana. Projeto integrado no programa Palavras Cruzadas.

Em dez dias, três oportunidades de fruir propostas artísticas singulares no ambiente mágico de Mateus. Mesmo depois do fim das restrições sanitárias, a Fundação da Casa de Mateus continua a apostar na sua segurança e bem estar. Reserve com antecedência através do mail cultura@casademateus.pt e assegure o seu lugar com toda a tranquilidade.

,