Sopas e “Binho” à prova em Poiares

A gastronomia e as tradições do Douro em época de vindimas são o mote para a primeira edição do “Festival das Sopas e do Binho”, que se realizará nos dias 27 e 28 de outubro, em Poiares, Peso da Régua.

Organizado pela Associação Douro Inédito, este evento pretende “dar um abanão. Após o encerramento da escola Primária, do Centro de Saúde e, por último, o Colégio Salesiano, quisemos mostrar que Poiares está viva e que tem vida, que tem gente que quer levar este barco para a frente, mesmo que o poder político, os sucessivos governos, nos continuem a puxar para trás. Queremos mostrar que estas terras, com pouco, ainda conseguem fazer muito, por isso a Junta de Freguesia, a Câmara Municipal, o grupo de bombos local e a Banda Juvenil Salesiana são parceiros fundamentais”, quem o afirma é Jorge Teixeira, presidente da associação.

Quem visitar este festival pode preparar a barriga, no total estarão 12 sopas à prova, “todas elas típicas desta altura das vindimas e confecionadas nos potes tradicionais”, afirma o dirigente que explica ainda que, “quem vier só tem de comprar a tigela e pode provar todas as sopas que lhe apetecer. Para além disso teremos ainda barracas de artesanato, exposição de vinhos e animação”.

Durante a tarde de sábado haverá um encontro de bombos e o dia termina com dois concertos, um da Banda Juvenil Salesiana e para terminar a fadista Cláudia Madeira. No domingo o dia começa com uma missa na capela, junto ao recinto do evento, onde estará exposta a Santa Cruz de Poiares, uma peça do século XIII, que os visitantes poderão apreciar. A tarde será novamente de música com o Rancho Folclórico de Godim e para fechar o evento, o Grupo de Cantares Rebelos do Douro.

As sopas, que estarão a concurso, serão elaboradas por “pessoas particulares, pelo Centro Social, pela Associação de N. Sra. das Candeias de Canelas, uma outra associação de Galafura, e a Junta de Freguesia de Vilarinho”, explica Jorge Teixeira.

Ao longo do evento o Centro Social “será ainda responsável pela confeção de outras comidas, para aqueles que queiram almoçar ou jantar por Poiares. Toda a receita obtida é para a própria instituição, assim garantimos também uma vertente de cariz social a este evento”.

Apesar de esta ser a primeira edição deste festival, a associação Douro Inédito tem vindo a desenvolver diversas atividades com vista à potenciação do território como a Via Sacra que arrasta centenas de pessoas até Poiares ou diversas ações de angariação de fundos para outras instituições como os Bombeiros Voluntários. A Douro Inédito é ainda casa para uma equipa de futsal promovendo assim a prática desportiva no concelho.

, ,