Zigurfest prepara a quinta edição do festival

Cartaz do festival

Cartaz do festival

O festival Zigurfest realiza-se nos dias 28 e 29 de agosto e alia a animação, a música e o convívio junto ao Teatro Ribeiro Conceição, em Lamego.

O festival Zigurfest resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Lamego, o Teatro Ribeiro Conceição e a Associação Zigur.

O evento que vai para a quinta edição, nasceu através de alguns amigos lamecenses, pertencentes à Associação Zigur e que afirmaram que o “festival nasce de um encontro de vontades entre todos os envolvidos”, o grupo acrescentou que o festival “tem um papel agregador a nível cultural, sobretudo para as pessoas mais novas. Nós viemos preencher o papel de agente cultural para dar alguma coisa do nosso espaço às pessoas e, de certa forma, colmatar a necessidade de levar a faixa etária mais jovem ao teatro e a um festival português”.

Rui Fernandes, atual responsável do Teatro Ribeiro Conceição foi um dos principais impulsionadores do festival que, segundo a Associação Zigur, “deixou o desafio de fazermos um festival para o público que andava fora do teatro” e foi assim que, em 2011, nasceu uma “edição do festival mais pequena, onde se tentou perceber o que era necessário fazer, a dinâmica que o festival iria ter e que tipos de espaço se deviam explorar”, frisou a Associação.

Desde 2013 que o festival mantém o mesmo formato, com concertos em dois palcos na Rua da Olaria e concertos no teatro. São doze horas de música com pequenas interrupções, onde atuam apenas bandas portuguesas, “o nosso universo musical permite-nos trabalhar só com bandas portuguesas, nós valorizamos e acreditamos no que temos no país e procuramos bandas que ainda estão a emergir”, revelou a Associação Zigur.

Apesar de todas as dificuldades, o grupo de amigos da Associação salienta o facto de ser sempre “um desafio realizar o festival e é bom quando percebemos que há vontade de fazer algo diferente”, salientando que “é muito gratificante chegarmos ao quinto ano e vermos que as coisas ainda estão a acontecer e que apesar das dificuldades ainda cá estamos “.

 “As pessoas devem vir pela experiência, pela familiaridade e pelo convívio”, afirmaram os amigos lamecenses, prometendo muita música durante os dois dias de festival.

, ,