Rally Resende Douro Verde é novidade absoluta no calendário do Centro

O Targa Clube volta às lides organizativas da modalidade e leva para a estrada este novo rali, nos dias 28 e 29 de novembro: o Rally Resende Douro Verde. A prova fará parte do Campeonato Centro de Ralis, contando ainda para o 3º Desafio Kumho Asfalto, Centro e Norte.

A apresentação da prova decorreu no dia 7 de outubro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Resende e contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Resende, Garcez Trindade, do Presidente da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, Ni Amorim, e do Presidente do Targa Clube, Fernando Batista.

Garcez Trindade começou por referir que “já não era sem tempo termos novamente em Resende o desporto motorizado”, agradecendo ao Targa Clube e a todas as entidades envolvidas na organização deste evento motorizado. Segundo o autarca, para além de voltar a trazer a modalidade para o concelho, esta parceria vai permitir “uma grande promoção do concelho e também da região do Douro Verde, dinamizando a economia local”.

“Já tínhamos Resende em mente há muito tempo. E de facto aqui há condições magníficas para realizar uma prova desta natureza, e quando as pessoas têm força de vontade tudo se concretiza. Viemos encontrar uma grande recetividade junto do município e na pessoa do seu presidente, Garcez Trindade”, começou por salientar Fernando Batista. Além disso também sublinhou a colaboração desde logo disponibilizada pelo Clube de Automóveis de Caldas de Aregos na pessoa do seu presidente Casimiro Peralta, pois “toda a ajuda é bem-vinda. São várias as centenas de pessoas, que cada um no seu posto, desempenham um papel imprescindível para que o rali se realize. Destacando a importância do apoio municipal, das forças de segurança e sanitárias, “sem as quais é impossível realizar um evento desta natureza”.

Por sua vez, Ni Amorim reconheceu que “o primeiro semestre de 2020 foi um período dramático e que no segundo há muitas provas anuladas”, considerando que “era muito importante que esta prova se realizasse, de forma a dar mais competitividade ao Campeonato Centro de Ralis. Se correr bem, como todos esperamos, é mais uma autarquia que fica associada a um rali nosso e que pode vir a apoiar o desporto automóvel em anos vindouros”.

O Rally Resende Douro Verde vai para a estrada a 28 e 29 de novembro e consta de sete classificativas em pisos de asfalto; duas passagens pelos troços de Resende/Enxertado, Miomães/S. Romão e Canizes/S. Cristóvão e uma por S. Martinho de Mouros/Paus. Terá cerca de 60 quilómetros contra o cronómetro, incluídos num percurso total a rondar a centena e meia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *