Sport Clube de Tarouca quer afirmar-se na região

Alguns jogadores do clube

Alguns jogadores do clube

O Sport Clube de Tarouca, que festejou o primeiro ano de existência, pretende afirmar-se no concelho e na região como um clube que pretende “proporcionar a todas as crianças e jovens do concelho de Tarouca uma nova atividade desportiva”, afirmou o presidente do clube, Luís Correia, em conversa com o VivaDouro.

O Sport Clube de Tarouca nasceu em 2014 e tem como principal objetivo criar uma ocupação para os mais jovens do concelho. Os fundadores são João Manuel Pinto, antigo jogador do F.C.Porto e do S.L.Benfica, Vítor Ferreira, atual coordenador do clube e Luís Correia, presidente do Sport Clube de Tarouca. Antes da formação do clube existia uma academia de João Manuel Pinto, contudo “faltava a parte da competição para as crianças e, por isso, pensámos num projeto que englobasse ambas as partes”, afirmou o presidente do clube.

Depois da fundação, “iniciamos um conjunto de procedimentos à procura de técnicos que garantissem qualidade na formação aos jovens e crianças e, hoje em dia, temos um corpo técnico muito capaz, repleto de competências e estamos certos que vai trazer bons resultados para o futuro”, garantiu Luís Correia.

João Sarmento (tesoureiro), Luís Correia (presidente) e Carla Santos (vice-presidente)

João Sarmento (tesoureiro), Luís Correia (presidente) e Carla Santos (vice-presidente)

Segundo Vítor Ferreira, um dos fundadores e atual coordenador do cube, “o ano de nascimento do clube foi muito positivo, com bastante jovens a aderir, estamos num processo de aprendizagem mútuo, os jovens aprendem e transformam-se em atletas e nós, diretores e responsáveis pelo clube, aprendemos a organizar e gerir a instituição”, realçou. O presidente do Sport Clube de Tarouca frisou que “neste primeiro ano não quisemos impor quaisquer objetivos ao nível desportivo, o essencial era tornar o grupo coeso e que todos ganhassem o chamado amor à camisola”, garantindo que o grupo de atletas está unido e aspirando melhores resultados nesta temporada.

“A competição também é uma vertente importante para as crianças, porque apenas treinar torna-se cansativo e é necessário incutir-lhes vontade e querer ir mais além”, afirmou Luís Correia, salientando que “ainda mais importante que competir é manter as crianças ocupadas no desporto e conciliar sempre o desporto com a escola”.

O presidente declarou ainda ao VivaDouro que “o objetivo não passa por ganhar troféus mas sim educar e ocupar as crianças”. Para os fundadores do clube, Luís Correia e Vitor Ferreira, “os principais valores que pretendemos incutir são o respeito, a humildade e que é preciso muito tralho para conseguir o sucesso, a formação cívica é o nosso principal papel”, garantiram.

Atualmente estão inscritas no Sport Clube de Tarouca cerca de 150 crianças, com idades compreendidas entre os 5 e os 18 anos, existindo seis escalões de competição (juniores, juvenis, iniciados, infantis, sub11 e sub10) e dois escalões apenas de torneio (traquinas e petizes). Segundo o presidente do clube, “a alegria destes atletas é contagiante e a sua entrega, a paixão que já demonstram vai certamente ajudá-los a crescer de forma mais saudável e mais ativa, não só como atletas mas também como cidadãos”.

Apesar das dificuldades atuais, devido a esta ser uma associação sem fins lucrativos, o presidente do clube, salienta o apoio da Câmara Municipal de Tarouca, que para além do subsídio ao clube, cedeu o espaço e o transporte para que as crianças possam treinar e participar em jogos fora do concelho. Recentemente a autarquia ofereceu ao Sport Clube de Tarouca um relvado sintético novo e algumas remodelações, melhorando as condições de trabalho do clube.

Para além de jovens do concelho, existem também alguns jogadores de Lamego inscritos no Sport Clube de Tarouca e, segundo o presidente do clube “é necessário procurar crianças de concelhos vizinhos, tentando assim alcançar o maior número de atletas possível”. Para isso, Luís Correia salientou a importância de uma parceria e união entre os clubes do concelho.

Um dos principais objetivos para o futuro do Sport Clube de Tarouca, será encontrar um clube de futebol da 1.º liga que “pela experiência e pela atitude que têm, podem ajudar o clube tarouquense”, confessou Luís Correia, acrescentando que “caso isso não aconteça, faremos o nosso caminho e o clube será conhecido pelo nosso esforço”.

, ,