Discussão termina com uma vítima mortal e dois feridos

Morte em São João de Tarouca

Morte em São João de Tarouca

No dia 6 de outubro, uma desavença entre donos de cafés, em S. João de Tarouca, terminou com uma vítima mortal e dois feridos ligeiros.

Nilde, a vítima mortal, era dona de um café que se situa ao lado de outro, pertencente a Benjamim, o suspeito autor do crime. De acordo com o Jornal de Notícias, as discussões entre os dois proprietários eram há muito conhecidas na aldeia. Durante a tarde de terça-feira, o atirador terá provocado a vítima e, no decorrer do incidente, terá feito uso de uma arma de fogo que atingiu mortalmente a mulher. O ex-companheiro da dona do café envolveu-se em agressões com o autor do disparo e ambos foram transportados para o hospital de Vila Real.

Segundo o Comandante dos Bombeiros Voluntários de Tarouca, Humberto Jorge Sarmento, os bombeiros foram chamados ao local por volta das 19:30h. “Quando chegámos ao local, deparamo-nos com uma vítima que presumimos ter sido baleada, estava em paragem cardiorrespiratória, ainda tentámos fazer manobras de reanimação, mas não conseguimos reverter a paragem”, explicou o Comandante, acrescentando ainda que posteriormente “o médico declarou o óbito no local”.

Relativamente aos dois feridos ligeiros, Humberto Jorge Sarmento afirmou que “um deles o presumível atirador tinha ferimentos a nível da cabeça e em membros inferiores e o outro senhor, ex-companheiro da senhora que veio a falecer que tinha ferimentos também ao nível da cabeça”, declarou, afirmando que em ambos os casos eram apenas escoriações.

O oficial de relações públicas da GNR de Viseu, José Machado, explicou que o suspeito se encontra detido, à espera de julgamento.

 

 

, , ,