4,7 milhões de euros para projetos turísticos no Douro

Com o objetivo de valorizar o enoturismo e promover esse setor, o Douro irá receber um investimento de 4,7 milhões de euros a ser aplicado em enotecas e quintas da região.

Anunciado pelo Turismo de Portugal, o investimento está englobado no Programa Valorizar que prevê a criação e valorização de enotecas, bem como a investigação e promoção do enoturismo no Douro.

Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, disse, em comunicado, que “é importante que o Douro transforme os seus ativos patrimoniais e paisagísticos em ofertas turísticas estruturadas e comercializáveis”. “O enoturismo é, por certo, uma âncora para o desenvolvimento turístico do Douro”, acrescentou.

Também Fernando Freire de Sousa, presidente da CCDR-N, considerou “determinante uma aposta clara no turismo, com ênfase na qualificação e envolvimento da população e no trabalho em conjunto das instituições responsáveis pelo turismo e pelo desenvolvimento regional, para que o Alto Douro Vinhateiro se possa afirmar enquanto destino turístico de excelência”.