“Douro à volta do Mundo” termina com sucesso

Depois de dois anos a percorrer o mundo a bordo do navio-escola Sagres, o projeto “O Douro à volta do mundo — Magellan World” terminou em Le Havre, França, com um balanço “bastante positivo”.

Promovido pela Associação dos Empresários Turismos do Douro e Trás-os-Montes (AETUR), este projeto resultou uma candidatura ao Programa Norte 2020 de cerca de 790 mil euros, dos quais 671 mil euros foram comparticipados pela União Europeia.

Para Alberto Tapada, da AETUR, as empresas da região “têm de pegar nestas oportunidades e transformá-las em negócio”. Segundo a mesma fonte, este tipo de ações pretende “fazer a promoção da região fora de portas e captar investimentos” fazendo convergir os interesses comerciais dos diferentes setores da região.

Para a associação, com sede em Vila Real, esta ação foi um sucesso tendo mesmo ultrapassado os objetivos propostos no decorrer da candidatura, havendo já “negócios em andamento”, com destaque para os vinhos e o turismo.

O sucesso desta ação, que passou também pelo Brasil, Uruguai e Argentina, leva a AETUR a pensar numa nova candidatura a fundos comunitários, de forma a poder dar-lhe continuidade.