Fundação da Caixa Agrícola do Vale do Távora e Douro oferece máscaras de proteção às IPSS´s da região

Fundação da Caixa Agrícola do Vale do Távora e Douro, que anualmente atribui 30 mil euros a projetos de âmbito social na região, decidiu que essa verba deveria ser canalizada, na totalidade e de forma urgente, para ajudar as instituições na prevenção da pandemia da Covid-19, sob a forma de equipamentos de proteção para funcionários e utentes, nomeadamente máscaras. A entrega aconteceu nas IPSS´s entre os dias 9 e 15 de abril.

O momento de urgência que se vive e a preocupação crescente com as instituições sociais, nomeadamente com o bem-estar e a saúde de quem ali reside e trabalha, levou a que o Conselho de Administração da Fundação da Caixa Agrícola, em reunião de 6 de abril, decidisse, por unanimidade, alterar o plano de atividades e responder a uma das maiores carências nas IPSS´s neste momento: os equipamentos de proteção individual.

A decisão passou por alocar a verba disponível ao Programa de Apoio às Instituições Particulares de Solidariedade Social a esta causa maior, num apoio que totalizou um investimento de 30 mil euros.

“A certeza de termos correspondido, no momento certo, a esta necessidade das instituições sociais da região, e termos contribuído com equipamentos que são essenciais para o combate a possíveis focos de contágio por Covid-19, é para a Fundação da Caixa Agrícola a confirmação de que a nossa ação é essencial no território e que podemos e devemos exercer, cada vez mais, um papel ativo e solidário junto das nossas populações.

Talvez por isso, durante a operação de entrega dos equipamentos foram inúmeras as palavras de gratidão que nos chegaram, num sinal evidente do reconhecimento pelo gesto que simbolicamente realizamos.

Acreditamos, por isso, que a Fundação da Caixa Agrícola consegue Transformar Vidas, consegue dar Segurança às pessoas e é essencial na solidariedade coletiva de que todos necessitam neste momento”, lê-se num comunicado enviado às redações.

,