Feira Aquiliniana recebe milhares de visitantes

Em todas as edições da Feira Aquiliniana passam pela Lapa milhares de pessoas. Este ano um dos maiores entraves foi a elevada temperatura que se fez sentir no fim de semana. // Fotos: Sofia Costa

O evento decorreu nos dias 17 e 18 de junho, no terreiro do Santuário de Nossa Senhora da Lapa. A Feira Aquiliniana retrata os costumes da época em que o escritor Aquilino Ribeiro viveu, aliado ao culto de Nossa Senhora da Lapa.

O certame vai na 9ª edição e apresenta como objetivo primordial o de homenagear Aquilino Ribeiro e a Lapa. Trata-se da recriação de uma feira dos finais do século XIX, início do século XX, altura em que o escritor viveu e estudou no colégio jesuíta, situado na Lapa.

A aldeia, criada pelos jesuítas, conta com mais de 500 anos de história, em dias de festa, tem nela envolta um misticismo que permite, a quem a visita, recuar no tempo e vivenciar os costumes de outrora.

A Escola Profissional de Sernancelhe tem um papel fundamental nesta recriação, uma vez que, ao longo de todo o ano letivo preparam os alunos para a sua participação na Feira Aquiliniana. As funções dos alunos são variadas e vão desde a representação de profissões, trajes, rituais, atividades e personagens, até outros momentos descritos na obra literária de Aquilino Ribeiro, como é o caso das tascas, dos comes e bebes ou do comércio.

Durante dois dias o certame contou com representações de grupos etnográficos e de teatro dos costumes e tradições vividas na Lapa, na época, tais como a dramatização de excertos das obras de Aquilino Ribeiro, atuações de ranchos folclóricos, grupos de concertinas, fado à desgarrada, produtos regionais e artesanato.