Feira de natal leva espirito natalício até Sernancelhe

Feira de Natal anima fim-de-semana em Sernancelhe/ Foto: Salomé Ferreira

Feira de Natal anima fim-de-semana em Sernancelhe/ Foto: Salomé Ferreira

O exposalão, em Sernancelhe, recebeu durante o passado fim-de-semana a 4.ª edição da Feira de Natal, numa iniciativa da Câmara Municipal que procura “incentivar, dinamizar e promover o comércio local”. Entre as novidades deste ano encontra-se a Aldeia Natal, com o Pai Natal e os duendes como principal atração para os mais novos.

Durante três dias o exposalão da “terra da castanha” viu-se inundado do espirito natalício. Eram vários os produtos que se encontravam em exposição, desde os mais representativos desta quadra festiva, como o bacalhau, o bolo-rei e todos os outros doces que marcam presença habitual nas mesas dos portugueses, até aos produtos de artesanato, de eletrónica ou de vestuário.

Bruno Monteiro encontra-se a vender vários produtos, no entanto o bacalhau é o “rei” desta quadra festiva, sendo assim o produto que “mais vende”, explica o comerciante que já participa na feira desde a primeira edição. “Acima de tudo ajuda a divulgar o negócio, mesmo que às vezes não comprem vêm o que temos”, afirmou ao VivaDouro ao falar das vantagens de participar neste tipo de eventos.

Ainda na área da gastronomia poucos metros depois encontramos Bárbara Sousa, especialista na realização de doces de castanha. Em cima da banca estão as broas de castanha, as rabanadas, as queijadas de castanha, as cavacas e as broas de natal, “tudo feito à mão”, garante Bárbara Sousa. Mesmo no natal o produto endógeno do concelho não é esquecido, “a castanha para mim é um fruto maravilhoso”, afirmou a comerciante.

Mas nem só de gastronomia é feito o mercado de natal. O artesanato marcou mais uma vez presença nesta edição da feira, sendo que este ano a autarquia alargou a participação a outras regiões, de forma a “enriquecer mais o espaço da feira”, explicou ao VivaDouro Armando Mateus, vereador da Câmara Municipal.

Beatriz Aguiar, florista, também é participante assídua neste tipo de ações, “sempre que a Câmara tem deste tipo de iniciativas participo sempre, acho que até é um dever”, explicou ao VivaDouro a comerciante, ao mesmo tempo que compunha o expositor do mel de produção própria.

Aliado ao comércio a autarquia apostou ainda na animação do espaço, com o objetivo de direcionar o evento também para as “crianças e famílias”, explicou Armando Mateus. A novidade desta edição foi a criação da Aldeia Natal que fez as delícias dos mais novos.

Passavam poucos minutos das duas da tarde quando a personalidade mais esperada do dia acabou por aparecer: o Pai Natal acompanhado por os duendes e a banda musical. Depressa todas as crianças abandonaram o comboio e as diversões de natal para ir receber o Pai Natal, que captou não só a atenção dos miúdos mas também dos graúdos, que acompanharam ao longo do salão a parada musical que marcou a chegada do ícone mundial do natal.

“Queremos proporcionar o espirito natalício onde as famílias possam estar, divertirem-se e fazerem as compras de natal, que é outro dos pontos que pretendemos atingir”, afirmou o vereador, ao explicar a importância da realização das compras de natal no mercado local.

Com um aumento de participantes de ano para ano, esta edição da Feira de Natal seguiu a tendência de anos anteriores e teve um “aumento do número de visitantes”, revelou Armando Mateus.

, , , ,