Filme rodado integralmente na UTAD teve estreia em Madrid

O filme foi rodado integralmente no Campus da UTAD/ Foto: Direitos Reservados

“Circunstâncias”, a curta-metragem realizada por José Paulo Santos, rodada no ‘campus’ da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), estreou-se no dia 30 de março na Universidade Complutense de Madrid.

“Quem é que nunca ouviu a expressão só nos encontramos nestas circunstâncias depois de um funeral”, começou por dizer ao VivaDouro José Paulo Santos enquanto explicava como surgiu a curta-metragem rodada na íntegra no campus da UTAD.

Com a capela e o Jardim Botânico da Universidade como cenários o realizador retratou cinco funerais que se repetiram conforme as estações do ano. O filme procura desta forma retratar a efemeridade da vida, fazendo uma “crítica social”, ao facto de os funerais serem muitas vezes encarados como momentos de encontro entre os familiares, “ficando a vida em suspenso até ao próximo encontro: o próximo funeral”.

Equipa do filme “Circunstâncias”/ Foto: Direitos Reservados

O filme teve como atores os alunos do curso de Teatro e Artes Performativas da UTAD, orientados pela docente Rita Azevedo.

“Houve uma grande envolvência da Universidade”, explicou ao VivaDouro José Paulo Santos. “A capa do traje do padre é a capa do vice-reitor virada do avesso”, acrescentou o realizador ao exemplificar o papel ativo da academia na realização do filme.

A curta-metragem “Circunstâncias” distingue-se ainda pela composição musical que contou com a participação especial da cantora e compositora Rita Redshoes e do percussionista Nuno Aroso.

José Paulo Santos revela que a estreia na capital espanhola “correu muito bem” e as reações “foram muito positivas”. “As pessoas pensam que para ter uma boa história é preciso viajar muito mas basta uma boa ideia e sermos críticos e atentos. Às vezes uma boa história está ao virar da esquina, temos é que estar atentos”, afirmou ao VivaDouro.

Rita Azevedo e José Paulo Santos/ Foto: Direitos Reservados

Depois do sucesso alcançado com a curta-metragem “Além da Sala de Espera”, José Paulo Santos espera que o novo filme continue a ser igualmente “bem aceite”.

O realizador já candidatou “Circunstâncias” a vários festivais e encontra-se neste momento a apresentar o novo projeto em várias instituições de ensino. “Quero divulgar a arte e inspirar as pessoas, mais do que ensinar é importante inspirar, não podem desistir à primeira”, concluiu José Paulo Santos.

 

 

, , , ,