“Gestos que salvam vidas” promovido pelos alunos da ESTGL

Foto: Ana Portela

Foto: Ana Portela

O dia 23 de maio começou cedo para alguns dos alunos do curso de Secretariado de Administração, da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego. (ESTGL) O dia foi preenchido com algumas atividades elaboradas pelos estudantes.

Passavam poucos minutos das nove horas e 30 minutos, quando o grupo de alunos partiu em direção à Penajóia, freguesia do concelho de Lamego, onde estava preparado o evento. “Gestos que salvam vidas” foi o tema escolhido pelos jovens do segundo ano do curso de Secretariado de Administração, cujo principal objetivo foi o de relembrar a importância da preparação da população para atuar em situações de primeiros socorros. Para esta atividade, foi convidado como orador o Comandante dos Bombeiros Voluntários do Peso da Régua, António Fonseca, que frisou “é uma ótima iniciativa”, acrescentando que “devemos tentar incutir este tipo de ações em todas as pessoas, mas especialmente nas crianças, pois elas são uma fonte de transmissão também para os pais”. A apresentação teve uma primeira parte teórica em que foram vários os temas abordados, como as hemorragias, o desmaio, as queimaduras, as quedas e o envenenamento e uma segunda parte prática, com técnicas de reanimação e de primeiros socorros.

Após a demonstração prática, houve ainda tempo para um pequeno convívio entre todos os presentes, totalmente patrocinado por empresas da região. Alguns produtos tradicionais tais como a bola de Lamego, as cerejas da Penajóia, o espumante e enchidos da região, servidos a todos os participantes. O Presidente da Junta de Freguesia da Penajóia, que também esteve presente, salientou a importância deste tipo de atividades na freguesia.

Esta iniciativa foi realizada no âmbito da unidade curricular de Práticas e Técnicas de Secretariado II, que tem três grandes áreas de estudo, nomeadamente a Gestão de Eventos e é lecionada pela professora Paula Santos, que acredita que “o ensino superior deverá sempre estar ao serviço da comunidade onde se insere bem como estar atento às necessidades da comunidade, promovendo atividades de cooperação e/ou de sensibilização”.

, , , ,