III Encontro de idosos do concelho de Tabuaço

Carlos Carvalho, presidente da autarquia, no Encontro de Idosos / Foto: Direitos Reservados

Carlos Carvalho, presidente da autarquia, no Encontro de Idosos / Foto: Direitos Reservados

A Câmara Municipal de Tabuaço realizou o III Encontro de idosos, evento que levou ao pavilhão gimnodesportivo mais de três centenas de idosos do concelho.

Com idosos vindos de todas as freguesias do concelho, o dia começou com a Eucaristia, celebrada pelo padre Manuel Gonçalves e coadjuvado pelos padres Amadeu Castro e Ildo Silva. Finda a cerimónia religiosa, os idosos foram encaminhados para um rastreio de controlo da Glicemia, da pressão arterial e do IMC (Índice de Massa Corporal).

“Numa população como a nossa, que infelizmente é cada vez mais envelhecida, parece-nos muito importante criar este tipo de encontros que no fundo permitem que a terceira idade seja encarada numa perspetiva mais inclusiva e normalizada e não de exclusão ou marginalização”, explicou Carlos Carvalho, presidente da autarquia.

“Para nós e muito importante criar estas dinâmicas sociais que permitam que os idosos que têm mais de 65 anos tenham melhores condições de vida, no fundo que ainda exista uma utilidade”, acrescentou o presidente.

Servido o almoço na cantina da Escola Abel Botelho, voltaram ao pavilhão para uma tarde de animação, que começou com o fado na voz de Maria Piedade Freitas, seguido da atuação da Tuna da Universidade Sénior de Tabuaço (U.S.T.) culminando com a brilhante exibição do Grupo de Concertinas do Alto Douro Vinhateiro, de Sendim.

“Alguns idosos, não resistiram a um pé de dança, com a alegria e boa disposição estampada no rosto, regressando as suas casas ao final da tarde, com a certeza de terem passado um dia diferente, numa reedição da iniciativa que a autarquia tem vindo a fazer todos os anos”, conta a autarquia.

“A nossa ideia ao criar este encontro é juntarmos pessoas de todas as freguesias e durante um dia compartilhar experiências. É importante que se crie uma tradição para que no futuro possa haver uma rede de eventos no âmbito da terceira idade”, concluiu Carlos Carvalho.

 

 

 

 

 

, , , ,