Indústria transformadora contribui para o crescimento do emprego na região Norte

Foto: Direitos Reservados

Foto: Direitos Reservados

O emprego na Região do Norte voltou a crescer em termos homólogos (mais 0,9%), no quarto trimestre do ano passado, depois de ter observado uma variação nula no trimestre anterior. A indústria transformadora foi o sector que mais contribuiu para esse crescimento. A taxa de desemprego cifrou-se em 13,5 por cento, mantendo-se quase estável face ao trimestre anterior (13,6 por cento). Estes e outros dados constam do relatório Norte Conjuntura relativo ao 4º trimestre de 2015, editado pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N).

De acordo com a CCDR-N, a “exportação de mercadorias das empresas com sede na Região do Norte registou, segundo os dados disponíveis, uma aceleração de crescimento no 4º trimestre, com uma variação homóloga de 7,7 por cento em valor, impulsionada sobretudo pelas exportações da fileira automóvel”.

Segundo o mesmo documento, o  financiamento do sistema bancário e financeiro às famílias e às empresas da Região do Norte “continuou a reduzir-se no 4º trimestre de 2015”, ao mesmo tempo que “o rácio de crédito vencido das empresas aumentou três décimas de ponto percentual, para 13,9%, enquanto o das famílias se reduziu ligeiramente (menos uma décima, para 4,5%), embora prosseguindo uma lenta trajetória ascendente no segmento do crédito à habitação”.

, ,