Melhorias na iluminação pública de Sabrosa

Melhorias na iluminação pública do concelho

Melhorias na iluminação pública do concelho | Foto: Direitos reservados

Durante este ano será modificada no município de Sabrosa toda a iluminação pública, passando a existir locais dotados de iluminação LED e ajudando a população na “circulação pedonal urbana”. O projeto de iluminação pública “ILUPub Douro” tem um investimento total de 3 milhões e 900 mil euros.

A Câmara Municipal de Sabrosa está a implementar no município um conjunto de medidas direcionadas para a eficiência energética protetora do ambiente. Esta ação insere-se na adesão da autarquia ao projeto ILUPub Douro – Melhoria da Eficiência Energética na Iluminação Pública no Douro, operação tutelada pela Comunidade Intermunicipal do Douro.

O vice-presidente da Câmara Municipal de Sabrosa, Domingos Carvas, afirmou em comunicado, que depois dos trabalhos concluídos a vila passará a ter grande parte das suas artérias e outros locais dotados de iluminação de LED. “Além disto vamos também substituir os globos existentes por luminárias mais adequadas a circulação pedonal urbana”, revelou o autarca. Segundo o mesmo, todas as alterações deverão ficar concluídas ate final deste mês.

O projeto ILUBPub Douro abrange outros municípios da Comunidade Intermunicipal com um investimento total a rondar os 3 milhões e 900 mil euros, patente numa comparticipação comunitária de cerca de 3 milhões e 300 mil euros, integrando o Eixo Prioritário: Sistemas Ambientais e de Prevenção, Gestão e Monitorização de Riscos. No município de Sabrosa serão instalados mais de 800 balastros eletrónicos, perto de 270 lâmpadas de vapores de sódio e 133 de leds.

José Marques, presidente da Câmara Municipal, frisou a importância destas mudanças “consolidarão a aposta contínua do município em novas tecnologias para a melhoria da qualidade da iluminação pública e com diminuição do custo da fatura energética suportada pela Câmara cuja redução pode chegar aos 30%”. O autarca sublinhou ainda a importância e o peso do ambiente nesta renovação, “penso que o concelho no final das ações em curso irá atingir uma eficiência energética com sustentabilidade e com reflexo também na própria qualidade de vida e segurança das populações”, declarou.

, , , ,