Mercado do Magriço promove o que de melhor há em Penedono

Expositor de Cogumelos Shiitake/ Foto: Salomé Ferreira

Expositor de Cogumelos Shiitake/ Foto: Salomé Ferreira

Penedono recebeu entre 6 e 8 de novembro mais uma edição do “Mercado do Magriço”. Com o principal objetivo de dar a conhecer os produtos e as várias iniciativas locais do concelho, a autarquia acredita que a iniciativa possa ter levado à vila cerca de 50 mil pessoas ao longo dos três dias do certame.

“Fomentar o empreendedorismo e apoiar as iniciativas locais”, é este o principal objetivo do Mercado do Magriço, que já se realiza na vila de Penedono desde 2010. Carlos Esteves de Carvalho, presidente da Câmara Municipal, explica que com esta iniciativa, “a autarquia pretende dizer junto dos agentes locais que quer colaborar com eles”, explicou ao VivaDouro.

Nesta edição do Mercado do Magriço estiveram presentes cerca de uma centena de expositores, que serviram como montra das principais atividades comerciais, artesanais, pecuárias, agrícolas e industriais do concelho.

DSC_4185

O certame pretende dar a conhecer as várias iniciativas locais do concelho/ Foto: Salomé Ferreira

Ana Simão, comerciante de produtos regionais, acredita que a iniciativa “ajuda os empreendedores a divulgar aquilo que têm e a escoar o produto”, revelou ao VivaDouro.

Anabela Cachinho, também expositora na feira, partilha da mesma opinião, “esta iniciativa é muito importante, uma vez que divulga os nossos produtos e ajuda-nos a comercializar”, afirmou.

A par dos expositores que espelham o que de melhor se faz em Penedono, o programa do certame contou ainda com várias iniciativas, nomeadamente o Concurso da Castanha, a II Montaria do Javali, a Caminhada “Pelos Trilhos do Ouriço e da Castanha”, a Prova de Cogumelos Shiitake, o Concurso de Ovinos e Caprinos, assim como um Desfile de Moda com a participação das lojas locais. No que diz respeito aos espetáculos musicais, destaca-se o concerto de José Cid no segundo dia da iniciativa.

No último dia do certame o autarca fez um balanço positivo da iniciativa, sublinhando “não só o programa e a animação mas também todas as oportunidades de negócio proporcionadas aos agentes económicos”, declarou.

 

, , , ,