Mesão Frio inaugura o primeiro Museu do Triciclo do país

Inauguração do Museu do Triciclo | Foto: Direitos Reservados

Inauguração do Museu do Triciclo | Foto: Direitos Reservados

Foi inaugurado, no dia 30 de setembro, na vila de Mesão Frio, o primeiro Museu do Triciclo do país, que reúne centenas de exemplares adquiridos ao longo dos anos pelo proprietário Jorge Rodrigues. A cerimónia de inauguração contou com a presença do Secretário de Estado das comunidades portuguesas, José Luís Carneiro, do diretor do Museu do Douro, Fernando Seara e de centenas de visitantes.

O Museu do Triciclo está instalado na antiga casa da Quinta de São José, onde Jorge Rodrigues começou a trabalhar aos oito anos de idade. Neste momento, a sala principal conta com uma coleção inicial de 60 peças e está organizada por temas, uma amostra dos vários tipos de peças recolhidas pelo colecionador, a história dos triciclos, dos primeiros modelos aos mais recentes, as fábricas e o uso deste veículo como meio de transporte.

O presidente da autarquia mesão-friense, Alberto Pereira, salientou ao VivaDouro a importância da cerimónia para a vila, afirmando que o evento “coloca este concelho no mapa como um local a ser visitado pelos alunos das escolas de todo o país, por excursões e por todos os interessados nesta temática”. “O triciclo foi um brinquedo que marcou todas as gerações e esta infraestrutura vem contribuir decisivamente para uma maior oferta cultural, não só do concelho, mas de toda a Região Demarcada do Douro”, acrescentou o edil.

A coleção possui peças originárias de toda a Europa, da Ásia e dos Estados Unidos da América, algumas das quais remontam aos inícios do século XIX. O colecionador investiu milhares de euros na aquisição dos veículos, sendo que o mais caro custou 12 mil euros. No entanto, algumas das peças foram também doadas. Alberto Pereira contribuiu com um pequeno triciclo de madeira que foi construído pelo seu pai. “Foi com todo o gosto que doei, ao museu, o triciclo que foi feito pelo meu pai. Sei que ao fazê-lo, estou a conservar uma memória de infância, da minha família, pois foi um brinquedo construído artesanalmente e que serviu de brinquedo a duas gerações da família”, realçou o autarca.

O Secretário de Estado das comunidades portuguesas parabenizou o proprietário, Jorge Rodrigues, com quem mantém uma relação de amizade, referindo que “o museu vai ter o interesse de valorizar a memória de todas as famílias que tiveram a experiência na infância, de ter um triciclo. Não tenho dúvidas de que vai ser um ponto de interesse muito grande, sobretudo, tendo um restaurante com uma boa gastronomia, bons produtos da região, bom acolhimento e alojamento”, proferiu José Luís Carneiro.

O Museu do triciclo está aberto de terça-feira a domingo, das 10 horas às 18 horas e os bilhetes custam entre 3 e 5 euros, com descontos para grupos.

 

, , ,