Douro conquista representatividade no Conselho Nacional do PSD

Eleição decorreu no passado fim-de-semana, em Lisboa, durante o 37o Congresso Nacional do Partido Social Democrata.

André Marques empresário e consultor, que nas eleições diretas do partido foi mandatário de Pedro Santana Lopes em Peso da Régua, foi eleito para o Conselho Nacional dos Socias Democratas, integrando a segunda lista mais votada, liderada por Carlos Eduardo Reis um dos quadros mais promissores do Partido.

A caminhada deste grupo não é nova, com uma enorme abrangência territorial por todo o país, com convicções firmes, tem vindo consolidar-se gradualmente no PSD. Já no 36o Congresso, em Espinho, a equipa, que está em crescimento, tinha sido a terceira força mais votada para o mesmo órgão. Desta vez passou de 7 eleitos para 13, assegurando o 2o lugar, sendo que em 1o lugar ficou a lista liderada por Pedro Santana Lopes.

A iniciativa de avançar com a lista, não teve uma lógica divisionista, era natural que assim fosse, as convicções deste grupo não se alteraram com os resultados das diretas, tinham de continuar o seu percurso natural, onde cabe a unidade, que o partido procura.

A confiança que os congressistas depositaram nesta lista deixam esta equipa comprometida com um enorme trabalho no ciclo político que se avizinha.

 “Neste caminho, que me responsabiliza a mim e a todos os meus companheiros de percurso, terá sempre como prioridade a defesa da minha região e do meu concelho, bem como o combate às assimetrias territoriais. A minha disponibilidade pela defesa do Douro é natural em toda a minha ação. Acreditamos num Portugal vencedor, num país moderno, inovador e com futuro”, afirmou André Marques em declarações ao VivaDouro.