Santana Lopes fala em aposta no interior em Vila Real

No passado domingo o candidato a líder do PSD, Pedro Santana Lopes, esteve em visita ao distrito de Vila Real contando com uma forte presença de militantes laranjas e com um discurso virado para o interior.

Depois da visita à cidade de Chaves, Santana foi até à capital de distrito onde esteve reunido com os militantes num discurso onde relembrou que as causas do interior e da descentralização “não surgiram agora por ser candidato”, vindo já da década de 90 quando, enquanto Secretário de Estado da Cultura, a decisão de instalar a secretaria de estado da cultura na cidade transmontana.

No decorrer da intervenção o candidato à presidência dos Socias Democratas salientou ainda que, “em caso de vitória, a escolha da lista de Deputados do Circulo do Distrito de Vila Real será composta por elementos naturais do distrito, que conheçam o território e que sintam as dificuldades do dia-a-dia” de quem ali vive.

Outro dos fatores que será tido em conta é a idade, Santana acredita que é necessária uma renovação geracional, patente, por exemplo na escolha de André Marques, um dos mandatários da sua lista no distrito.

O jovem empresário, natural da Régua, acredita que esta eleição “pode e deve ser um ponto de viragem na política do partido, mais focado nos ideais com que Sá Carneiro o fundou, um verdadeiro PPD/PSD”, acrescentando que “Santana Lopes é o candidato que mais garantias dá ao Douro, como região, no seu desenvolvimento socioeconómico e cultural”.

No campo autárquico, Santana frisou que tem como objectivo recuperar o maior número de câmaras no Distrito, iniciando já em 2018 a preparação das próximas eleições.