Regia Douro Empreendedor dispõe de 700 mil euros para potenciar negócios

Foto: Direitos Reservados

Potencializando os recursos endógenos do Douro e de Trás-os-Montes este projeto, que é liderado pelo Regia Douro Park – Parque de Ciência e Tecnologia de Vila Real, vai dispor de 700 mil euros para criar novos negócios e postos de trabalho, até 2018.

Os 700 mil euros que o Regia Douro Empreendedor dispõe, são fruto de uma candidatura ao programa comunitário Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Nuno Augusto, diretor do Regia Park, diz que o programa pretende encontrar os empreendedores, dar-lhes ferramentas de gestão, formação e novas competências, auxiliando no desenvolvimento da ideia. Para finalizar, ajuda a realizar o negócio.

Ao projeto pretende-se a cooperação de associações empresariais, com vista a ajudar na identificação dos empreendedores, produtos, fornecedores ou potenciais clientes, para encontrar mercados e traçar estratégias.

Um dos objetivos já delineados é o de diversificar a oferta de produtos, serviços, modernizar o aparelho produtivo, promover a criação de novas empresas e dar competências às que já existem.

Ao longo dos dois anos, serão realizados eventos com o objetivo de promover o próprio empreendedorismo, bem como o da região, como refere Nuno Augusto. Está agendado já para maio um fórum ligado à gastronomia, turismo e vinhos.

O Regia Douro Park une a Câmara de Vila Real e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD). Em foco estão as áreas agroalimentar, enologia, vitivinicultura e contempla uma aceleradora de empresas (incubadora), um centro de negócios (Douro Business Center), um polo tecnológico e lotes industriais.

A incubadora, segundo o diretor, “está ocupada a 100%” e, em toda a estrutura estão instaladas 52 empresas com uma representatividade de cerca de 150 trabalhadores. Os projetos aqui são variados, desde as novas tecnologias de informação, o design e promoção, vinhos, agricultura a cosméticos e perfumes.

O loteamento, por sua vez, é reservado a empresas ligadas ao setor agroalimentar e muitas apresentam a sua atividade ligada à Região Demarcada do Douro.

, , , ,