AECT Duero-Douro lança primeira Rota Internacional do Vinho na Europa

O AECT Duero-Douro lançou a primeira Rota Internacional do Vinho da Europa, que une os dois países da Península Ibérica para promover a cultura do vinho, a gastronomia, a cultura e a paisagem como principais fatores de desenvolvimento económico no território da Raia.

Formada por 213 localidades de Espanha e Portugal, a Rota Internacional do Vinho VinDouro pretende atrair turistas e apresentar-lhes todo o potencial do território e atuar assim como motor económico da região.

Para lançar a RIV Vindouro, um dos primeiros passos desta entidade foi o de promover a elaboração de um logotipo, entre profissionais e jovens designers. Para isso, organizou um Concurso de Desenho que se levou a cabo no passado fim-de-semana na Associação de Comerciantes e Industriais de Torre de Moncorvo. O evento foi protagonizado por 25 jovens procedentes de Espanha e Portugal, tendo trabalhado durante todo o dia de sábado para, no final, apresentarem as suas propostas e candidatarem-se ao prémio de 1.000€ que o AECT Duero-Douro oferecia ao vencedor.

Entre os membros do Júri estavam o Diretor Geral do AECT Duero-Douro, José Luis Pascual; o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Torre de Moncorvo, Victor da Silva Moreira; em representação do Instituto Politécnico de Bragança (IPB), a Professora Bárbara Barroso; do Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP), Cristina Ribeiro, responsável de Promoção e Comunicação; e da Casa Agrícola Roboredo Madeira (CARM), a enóloga Marisa Ribeiro, entre outros profissionais da área do desenho gráfico, marketing e comunicação.

A Rota Internacional do Vinho VinDouro

A Rota Internacional do Vinho Vindouro é um projeto-piloto que pretende ser um motor de desenvolvimento dos territórios onde atua o AECT Duero-Douro, caraterizados pela falta de oportunidades para jovens e consequente envelhecimento da população.

Segundo José Luis Pascual, diretor do AECT Duero-Douro, “Começamos este projeto precisamente através da criatividade dos mais jovens do nosso território, para que criem imagens com impacto que representem todo o potencial de um território transfronteiriço formado pelas regiões de Trás-os-Montes, Douro e Beira Interior Norte, em Portugal, e pelas províncias de Salamanca e Zamora, em Espanha. Uma iniciativa, que tal como outras, sendo realizada numa zona fronteiriça, será divulgada o mais amplamente possível para a promoção da Rota Internacional do Vinho VinDouro”.

A RIV Vindouro é formada por 213 localidades de ambos os lados da fronteira e tem como objetivo principal ser uma rota viva e dinâmica, que promova a cultura do vinho, a gastronomia, a cultura e as paisagens como principais fatores de desenvolvimento económico. Situada ao longo da Raia, deve ter capacidade para atrair os turistas para um território onde se produzem vinhos de referência, como é o caso do Douro Superior, Trás-os-Montes, a Beira Interior ou as menções geográficas de Zamora (DO Toro, Tierra do Vino de Zamora, DOP Valles de Benavente, DO Arribes) e Salamanca (DOP Sierra de Salamanca, DO Arribes). “Apesar de todo o seu potencial enoturístico, estes territórios continuam sem estar explorados e são ainda desconhecidos. Há ainda muito a fazer!”.

A organização, que continua a trabalhar no desenvolvimento deste grande projeto, dará a conhecer proximamente a oferta de atividades e serviços que poderá encontrar na Rota Internacional do Vinho VinDouro.