“Bruno” provoca cerca de 150 ocorrências

A tempestade Bruno já se afasta do território nacional, para trás ficam horas de precipitação intensa, ventos na casa dos 100 quilómetros por hora e forte agitação marítima com ondas a rondar os 10 metros em alguns locais. Até ao momento registaram-se 149 ocorrências com especial incidência nos distritos de Viseu, Aveiro e Coimbra.

Segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), registaram-se, em todo o país, um total de 149 ocorrências devido ao mau tempo provocado pela tempestade “Bruno”. Apesar de passar ao largo do território nacional esta tempestade trouxe ventos na casa dos 100 quilómetros por hora, acompanhados de forte chuva que provocou algumas inundações e quedas de árvores e algumas estruturas.

“O mau tempo já originou 149 ocorrências desde as 15:00 de terça-feira. Registámos 40 quedas de árvores, 58 inundações, 21 quedas de estruturas e 24 vias que necessitaram de limpeza, com os distritos de Aveiro, Coimbra e Viseu a serem os mais afetados”, referiu fonte da ANPC contactada pela agência Lusa.

Em Vila Real, segundo o CDOS – Centro Distrital de Operações de Socorro, a tempestade não provocou danos de maior registando-se apenas o derrube de alguns ramos de árvores e de estruturas metálicas, provocado pelo vento.

O entupimento das valas de escoamento de águas provocou ainda a inundação de algumas ruas da cidade de Vila Real sem, no entanto, provocarem danos.