Torneio de Tribol leva espirito desportivo ao areal de Codessais

Foto: Salomé Ferreira

Foto: Salomé Ferreira

O areal das piscinas de Codessais, em Vila Real, recebeu a nona edição do Torneio Tribol de Praia, nos dias 8, 9 e 10 de julho. O Torneio teve início às 19h00 de sexta-feira e terminou no dia 10 de julho à mesma hora. As atividades decorreram de forma ininterrupta, entre jogos, animação e muito convívio. O evento é uma organização da Associação de Andebol de Vila Real e da Câmara Municipal.

O calendário marcava o dia 5 de julho de 2008 quando nasceu o Tribol, pela vontade da Associação de Andebol de Vila Real em realizar um torneio de andebol de praia na cidade, tendo sido depois adicionadas mais modalidades, com o objetivo de cativar mais interessados.

No início, “nem nos maiores sonhos”, Adriano Tavares, diretor do torneio, pensava que o projeto ia ter tanta aceitação da parte do público. “Era completamente impensável, olhar para toda esta envolvência, o que nos move é a motivação do reconhecimento que temos, tanto do público, como da autarquia que é o principal parceiro e acredita no projeto e facilita condições para que o evento aconteça”, afirmou o dirigente ao VivaDouro.

“Temos ao nosso lado as maiores instituições de Vila Real e da região, é um conforto para nós e por isso é que estamos aqui”, atestou Adriano Tavares, sublinhando que têm também o apoio da Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD).

O número de equipas em competição manteve-se o mesmo que no ano passado, no total, foram 16 os grupos em disputa pelo pódio. Sendo que, de acordo com Adriano Tavares, havia 21 equipas pré-inscritas, no entanto, não foi possível aumentar o número de equipas devido à “limitação de espaço”.

“Ao mesmo tempo é uma satisfação por termos tanta gente interessada em participar, mas é também um constrangimento”, afirmou o dirigente. “Estamos limitados no espaço, não conseguimos crescer mais por aí, mas também nos custa ter que deixar de fora 40 pessoas que queriam participar no Tribol, mas não tínhamos alternativa”.

Adriano Tavares, diretor do torneio/ Foto: Salomé Ferreira

Adriano Tavares, diretor do torneio/ Foto: Salomé Ferreira

O Tribol é constituído maioritariamente por participantes provenientes de fora de Vila Real, sendo que todos os anos existe um aumento no número de atletas interessados em participar. Sublinhando que este ano contaram com a participação de uma equipa de Coimbra, Adriano Tavares revela que “é uma alegria porque a fronteira do âmbito de envolvência do Tribol está a andar para sul”, declarou.

“Somos sem dúvida uma marca local e regional, mas somos também cada vez mais uma marca nacional, o que nos deixa muito satisfeitos. A mensagem já passou e a nossa maior vitória acaba por ser essa”, acrescentou Adriano Tavares.

Carlos Dias, padrinho da modalidade de Voleibol, acredita que este projeto “devia ser replicado pelo país inteiro”, uma vez que na opinião do desportista o Tribol “é uma excelente prática, é bom demais para estar só aqui”, revelou ao VivaDouro.

“Eu tinha uma noção deste evento mas a realidade é que estou mais surpreendido, superou claramente as minhas expetativas iniciais, é de facto um excelente momento de afirmação das modalidades que se praticam”, declarou.

O Selecionador Nacional de Andebol, Rolando Freitas, foi o padrinho da modalidade na 9.ª edição do Tribol. Samuel Fraguito foi o padrinho do Futebol.

Com o campeonato como pano de fundo, quem foi até  Codessais naquele fim-de-semana, teve ainda oportunidade de participar noutras atividades. A oferta era variada, desde atividades radicais, que ficaram a cargo da empresa Wind Spiders, vários insufláveis que fizeram as delícias dos mais pequenos, entre outras iniciativas que reforçam o slogan “O Tribol é muito mais”.

A edição deste ano ficou mais uma vez marcada pela realização da TriParty, uma festa que decorreu no sábado à noite, dia 9 de julho, onde atuaram The Bentley Band e DJ José Matos.

Tribol Solidário abre fronteiras na nona edição

Como já tem vindo a ser hábito, para além do espirito de equipa e do gosto pelo desporto, o torneio Tribol tem ainda uma vertente solidária.

“Este ano abrimos fronteiras nessa área, ao apoiar a Apela, uma instituição nacional”, explicou ao VivaDouro Adriano Tavares.

A nível local, o Tribol apoiou a Associação de Paralisia Cerebral (APC) de Vila Real e a Missão Lar D´Ouro, com o slogan “juntos vamos dar dignidade a quem está só”.

, , , , ,