UTAD obtém três milhões e meio de euros em candidaturas ao Portugal 2020

UTAD obtém três milhões e meio de euros em candidaturas ao Portugal 2020/Foto: Direitos Reservados

UTAD obtém três milhões e meio de euros em candidaturas ao Portugal 2020/Foto: Direitos Reservados

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) viu aprovadas candidaturas num valor global de cerca de três milhões e meio de euros, no âmbito do Quadro Comunitário Portugal 2020. As candidaturas abrangem várias áreas e foram submetidas em parceria com diversas instituições públicas e privadas.

“A aprovação destas candidaturas vem apoiar a melhoria da eficiência e eficácia da UTAD, enquanto organização, e melhorar significativamente a capacidade de intervenção da Universidade, enquanto agente promotor da ciência e do desenvolvimento, articulado em rede com outros agentes regionais”, afirmou em comunicado a instituição transmontana.

A Modernização Administrativa foi uma das áreas que obteve um maior número de projetos aprovados, o que de acordo com a instituição irá permitir a racionalização dos serviços de dados e voz em tecnologias IP (VOIP), reduzir a complexidade, custos de gestão e melhorar a qualidade e eficiência dos serviços; a implementação de soluções de segurança e gestão de identidades digitais alinhadas com a estratégia do ecocampus; e o melhoramento da gestão operacional da ação social.

Ainda nesta área, outro dos projetos prevê a criação de um ecossistema tecnológico com o envolvimento das Universidades do Porto, Aveiro, Católica e Instituto Politécnico do Porto, direcionado para a racionalização e redução de custos das TIC – Tecnologias de Informação e Comunicação. Está ainda previsto um projeto promovido pelo consórcio UNorte.pt, que visa a modernização dos serviços administrativos, a consolidação de recursos adstritos à gestão, preservação da informação e a partilha de práticas e recursos entre as universidades daquele Consórcio.

 

 

, , , ,