Liderança(s) que afirma(m) o Douro! 

Dezanove municípios dão corpo à CIM Douro – Comunidade Intermunicipal.

Uma CIM muito grande:

No número de municípios. Na área geográfica – um território imenso! No número de distritos e, consequentemente de círculos eleitorais – quatro!

Mas, também, e muito particularmente, pela grandeza do seu património – Material e imaterial!

Não é preciso descrever esta que é a região mais emblemática de Portugal. Todos a conhecemos. Pela diversidade, pela força das suas marcas, pela sua indiscritível diferenciação, aliás, pelas suas indiscritíveis diferenciações.

É uma região do mundo!

Quiseram os Autarcas colocar na liderança desta CIM um presidente de câmara de um concelho de gentes que, embora mais situadas nas Beiras, Sernancelhe, também ajudaram a dar vida e forma ao Douro!

Carlos Silva é um autarca com visão  larga, o que lhe permitiu perceber que o tempo político e social exigia um modelo de liderança também ele diferenciador.

Passados já dois anos e muitos meses, é bem visível o resultado. Temos agora uma região mais afirmativa, consciente do caminho comum que quer construir. Proativamente  reivindicativa. Que se prepara e propõe conscientemente as opções para o seu desenvolvimento.

Se olharmos atentamente vamos ver uma profunda mudança de atitudes. Uma CIM organizada, estruturada, participada e de liderança (s)!

Carlos Silva, inteligentemente, trouxe todos para o topo da resolução dos problemas, deixando que, em cada caso mais específico, um ou outro elemento do conselho intermunicipal se destaque, representando todos.

A região, com Carlos Silva, está a ficar ainda maior. Maior e melhor!

Mais diversa mas menos dispersa.

Mais homogénea, respeitando a heterogeneidade intrínseca- a que lhe dá ainda mais força e valor!

O tempo cronológico vai ainda mostrar melhor o que falo. Acreditemos, muitos sabemos que é assim, de que não é fácil juntar tanta diversidade. Mas a mudança está a acontecer.

A região precisa destas liderança(s) marcantes que a ajudem a uma constante afirmação.

O tempo político deu-nos essa(s) liderança (s)!

Nós, a sociedade civil, nas organizações, também estamos entusiasmados, motivados e confiantes!

Juntos, seremos mais fortes!

Para um Douro maior!