O 1º Dia Internacional da Geodiversidade

0
Dia Internacional da Geodiversidade

Hoje, dia 6, celebra-se, pela primeira vez, em todo o mundo, o Dia Internacional da Geodiversidade, aprovado a 16 de abril de 2021, na 211ª sessão do conselho executivo da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), que decorreu em Paris.

Esta efeméride pretende demonstrar a importância da geodiversidade para o bem-estar e prosperidade dos seres humanos, bem como para a preservação da biodiversidade. A iniciativa brotou do meio científico e da ProGeo, liderada por José Brilha, professor da Universidade do Minho, tendo juntado várias organizações internacionais e ambientais de 40 países.

Na última década, o Departamento e o Museu de Geologia da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) têm desenvolvido diversas iniciativas que alertam para a importância da geodiversidade, nomeadamente a exposição temporária “Um olhar sobre a Geodiversidade de Vila Real: Geologia, Recursos e Património”. Foram também acreditados três Cursos de Formação de professores: Geologia e Geodiversidade em Trás-os-Montes e Alto Douro, nos distritos de Vila Real e de Bragança. De destacar o contributo de Artur Sá, de quase duas décadas enquanto coordenador científico do Arouca Geoparque Mundial da UNESCO e coordenador da Cátedra UNESCO de ‘Geoparques, Desenvolvimento Regional Sustentado e Estilos de Vida Saudáveis’, no reconhecimento nacional e internacional da academia transmontana. Esta Cátedra tem colocado a UTAD, a região e Portugal na linha da frente no que respeita à formação avançada de mestrado e doutoramento nestas temáticas.

A UNESCO é a entidade global responsável pela preservação dos patrimónios cultural e natural. A geodiversidade corresponde a toda a variedade de elementos não vivos da natureza e processos associados; integrando os ecossistemas e providenciando as condições necessárias para a existência de fauna e flora. É também a geodiversidade que permite aos seres humanos ter conforto, construindo cidades, meios de transporte, produzir energia e outras soluções tecnológicas que proporcionam bem-estar e prosperidade.

A geodiversidade do Planeta deve ser melhor compreendida e usada pela sociedade, pois ajuda a definir, por exemplo, onde devemos construir uma estrada ou explorar recursos geológicos. Para além disso, existem elementos da geodiversidade que, por serem raros, devem ser protegidos e se designam por património geológico, um recurso natural que é abundante em Trás-os-Montes, um expoente da geodiversidade.