Vinhos do Douro de boa saúde

Os Vinhos DOP Douro têm vin­do a registar crescimentos cons­tantes, tanto no mercado na­cional, como no internacional. Entre 2006 e 2016 as exporta­ções de Vinho do Douro tripli­caram e as vendas em Portugal mais do que duplicaram.

Em 2017 mantém-se esta ten­dência, sendo de esperar que os resultados até ao final do ano (quando falta apenas apurar as vendas em Portugal no mês de dezembro) apresentem um novo recorde, com a venda de mais de 39 milhões de litros de Vinho do Douro, no valor de 158 milhões de euros, apresentando acrésci­mos, na ordem dos 11%.

Ao longo deste período, obser­vam-se praticamente sempre taxas de crescimento mais acen­tuadas nas exportações do que no mercado nacional, pelo que se verificou um aumento da quota de mercado externo no total das vendas. A posição nacional foi reforçada em 2015 e 2016, altura em que o mercado interno foi o que mais contribuiu para o cres­cimento das vendas de Vinho do Douro.

Os dez principais mercados para o Vinho do Douro, que repre­sentam cerca de 90% das vendas, deverão ser em 2017 os mesmos de 2016, com Portugal à frente seguido do Canadá, embora com algumas alterações de posição no ranking com subida do Brasil e Reino Unido e descida da Suíça, Alemanha e EUA.

Portugal continua a ser o pri­meiro mercado para o Vinho do Douro, com uma quota de cerca de 60%. É de salientar que, se­gundo dados da Nielsen (incluin­do vendas na distribuição e res­tauração), entre as quatro regiões com mais peso nas vendas de vinhos com DOP/IGP em Portu­gal, é o Douro que até setembro regista as maiores taxas de cresci­mento em 2017, e que tem o pre­ço médio mais elevado.

Sobre as exportações de Vinho do Douro, destaca-se também o facto de apresentarem acréscimos mais significativos do que os ve­rificados no total das exportações portuguesas de vinhos tranquilos com DOP e de lhes corresponder um preço médio mais alto.

Boas notícias para a Região De­marcada do Douro que vê nos resultados das vendas nacionais e internacionais o reconhecimen­to pela dedicação e qualidade do trabalho diário de todos os agentes envolvidos na produção, certificação, promoção e distri­buição dos seus grandes vinhos.